Imagem capa - Qual a origem das tradições de casamentos?  por Florearte Eventos

Qual a origem das tradições de casamentos?

O casamento é uma celebração linda. Desde a antiguidade, a união de duas famílias em matrimonio sempre foi motivo de festa. Ao longo dos anos diversas tradições e protocolos foram criados em volta dessa comemoração. Mas você sabe a origem desses costumes? Hoje vamos explicar de onde surgiram algumas tradições e o que elas significam.


Buquê da noiva





Existem muitas histórias e teorias em volta da origem do tradicional buquê de flores que as noivas carregam na cerimônia de casamento. Algumas delas se popularizam mais, caindo no conhecimento popular, sendo elas a tradição romana e a tradição grega.


Na primeira é contado que as mães romanas ofereciam flores as filhas para que levassem bons perfumes e boas vibrações para a união e a vida nova de casada. Já a segunda acredita que o costume nasceu na civilização grega, onde as noivas ofereciam flores a deusa Hera, noiva de Zeus.


Algumas histórias ainda contam que as noivinhas carregavam as flores para espantar o mal olhado e a inveja de jovens moças solteiras.



Foto: Jefferson Alcantara


Outra tradição envolvendo o buquê acontece na recepção dos casamentos, onde a noiva lança as flores para presentear uma solteira. Segundo as histórias, na idade médias as jovens solteiras cortavam um pedaço do vestido de noiva, ao fim da festa para terem sorte e se casarem também. No século XVI as jovens francesas começaram a ter um apreço especial pelos vestidos, então a fim de conserva-los passaram a presentear uma solteira com o buquê, que carregava toda a felicidade e boas energias da noiva que se casou com ele, sendo o novo amuleto da sorte para a solteira que o recebesse.


Damas de honra e Pagens



Foto: Lucas Lima


Essa tradição remete as civilizações pagãs. Dentro delas era comum que pessoas com a mesma idade e aparência dos noivos fossem escolhidas para se vestir de forma parecida com o casal. O intuito era confundir os maus espíritos que pudessem estar presentes na cerimônia afim de evitar más energias e má sorte na união.


Atualmente quem cumpre esse papel são amigos do casal, que são escolhidos para auxiliar. Em alguns países, como aqui no Brasil é comum usar damas e pagens mirins, carregando flores, ou as alianças, o que deixa a tradição ainda mais fofa e especial.


Vestido branco



Foto: Lucas Lima


Talvez a tradição mais seguida quando se fala em casamentos é o uso de vestido branco pelas noivas. Assim como a história de origem do buquê, essa tem muitas versões. Na antiguidade era comum que se usassem vestidos muito coloridos, com tecidos de extrema qualidade. Eles eram utilizados para enaltecer as posses da família da noiva, sendo símbolos de luxo e riqueza.


Dentre todas as teorias em volta da origem dessa tradição quatro se tornaram mais famosas. A primeira diz respeito a coroação de napoleão como imperador da França. Na cerimônia, que foi seguida pela oficialização da união com sua esposa, foram escolhidos trajes brancos adornados de dourado para os dois trazendo o vestido branco para a moda.


A segunda teoria diz que a popularização do vestido branco se deu depois que Mary Stuart, rainha da Escócia escolheu essa cor para o vestido usado em sua união. A escolha foi uma homenagem a família de sua mãe, que possuía m brasão na cor branca.


A terceira teoria vem do século XVII. A história conta que a rainha da frança, Maria de Médici casou-se com um vestido branco adornado ricamente em dourado. A peça ainda possuía um decote quadrado, fugindo muito do que era usado na época: vestidos bem fechados e em tons escuros. Após esse acontecimento o uso do branco teria entrado no gosto popular.





A última teoria também tem a ver com rainhas. Acredita-se que o uso do vestido branco caiu no gosto das noivas após a rainha Vitória, da Inglaterra casar-se de branco. Ela ainda teria trocado sua coroa por um véu e flores na cabeça. A história ainda traz um aspecto romântico pois Vitória teria sido uma das primeiras mulheres da nobreza a se casar por amor.


Hoje em dia muitas noivas já voltaram a escolher vestidos coloridos para seu grande dia. Porém o branco continua sendo o queridinho de muitas noivinhas. Há ainda países que nunca adotaram o uso do branco, como é o caso da Índia onde as noivas usam peças em tons vibrantes como vermelho e laranja.


Independentemente da cor escolhida, o vestido deve refletir a personalidade da noiva e acima tudo fazer com que ela se sinta bem o usando.